Blog do Diário2019-09-23T08:43:57-03:00

Blog do Diário


Neste espaço, os editores do site vão dizer tudo o que pensam sobre o passado, o presente e o futuro do Santos Futebol Clube.

608, 2020

A sucessão de erros do Santos com Jesualdo

Jesualdo Ferreira foi demitido nesta quarta (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) O Santos decidiu demitir o técnico Jesualdo Ferreira na tarde desta quarta-feira e completou uma série histórica de erros com o treinador. O português deixou o clube após 15 jogos, com apenas seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Eliminado pela Ponte Preta nas semifinais do Paulistão, mas líder do grupo na Copa Libertadores. A série de erros do Peixe com Jesualdo Ferreira começou já na contratação. Depois de um dos melhores trabalhos de campo do futebol brasileiro em 2019 e do clube em muito tempo, a direção optou por apostar em um treinador que não trabalhava havia seis meses, que nos últimos anos tinha trabalhado em mercados periféricos no futebol (Egito e Qatar) e quem, após o sucesso no Porto no início do século, havia feito trabalhos médios ou ruins no Malaga, da Espanha, e no Panathinaikos, da Grécia. Leia também: Favorito, Cuca  já foi procurado para assumir o Santos Em nenhum [...]

3107, 2020

Santos precisa de uma mudança radical. Já!

Projeto do Santos para 2020 não funcionou (Crédito: Caíque Stiva) O Santos precisa de uma mudança geral no comando do clube para ontem. O presidente José Carlos Peres, o diretor de futebol William Thomas e o técnico Jesualdo Ferreira não têm mais como seguirem no clube. Se isso não acontecer, o Peixe corre sério risco de cair para a Série B do Campeonato Brasileiro. Vou explicar porque os três precisam sair. José Carlos Peres não pode entrar no CT Rei Pelé porque os jogadores estão revoltados com ele, segundo matéria publicada pelo portal UOL. Só isso já seria o motivo para a saída do dirigente, mas ainda temos vários outros fatores. Ele não tem mesmo a chance de ganhar um título em sua gestão, que vai terminar antes das decisões do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Libertadores. Precisa sair também porque no cenário atual ninguém quer trabalhar no Santos. Se ele demitir o técnico Jesualdo Ferreira e o William [...]

2807, 2020

Base, a benção e a maldição do Santos

Anderson Ceará fez o seu primeiro jogo pelo Santos em 2020 em uma circunstâncias bem adversas (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) Nesta terça-feira, como mostrado pelo DIÁRIO DO PEIXE, foi publicado o estudo anual Itaú/BBA analisando a situação financeira dos principais clubes do Brasil. Na área do Santos, o estudo faz sua conclusão com uma pergunta: "E se o acaso não proteger?". O "acaso" citado é o surgimento de algum novo raio, que seria vendido por muitos milhões e esconderia a incapacidade do clube de gerar receita recorrente, de diminuir os custos com futebol e a dívida, além dos problemas como inúmeros processos provocados pelas seguidas más administrações. O estudo deixa claro que a base é ao mesmo tempo uma benção e uma maldição para o Santos. Benção porque já gerou craques como Robinho, Neymar e Rodrygo, que já geraram mais de R$ 1 bilhão em receitas para o clube, além de muitos títulos. E maldição porque todo mundo (diretores e torcedores) espera [...]

207, 2020

Santos precisa parar de usar um erro para justificar outro

Ricardo Oliveira pode voltar ao Santos (Crédito: Divulgação) Existe um provérbio que diz: "Uma pessoa inteligente aprende com seus erros, um sábio aprende com os erros dos outros." E existe o Santos, que usa um erro para justificar o outro. São anos nessa situação. Um presidente não paga os impostos, mas explica que o presidente anterior também não pagou. Não paga outros clubes pelas contratações feitas, mas avisa "na gestão do fulano também não pagaram ciclano". O "modus operandi" já estão tão enraizado na coletividade santista que até os torcedores já adotam o mesmo discurso. O caso mais recente é a proposta de R$ 300 mil feita ao atacante Ricardo Oliveira, segundo o portal "UOL". Para justificar a contratação, alguns torcedores citam os R$ 600 mil pagos ao atacante Uribe, que não marcou ainda um gol pelo clube. O Santos contratou Uribe em 2019. Em 2018, ele havia feito seis gols em 20 jogos pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro (ficou em [...]

2906, 2020

Santos deveria alterar data da eleição

José Carlos Peres corre o risco de sofrer um impeachment (Crédito: Divulgação/SantosFC) Com a confirmação do início do Campeonato Brasileiro para o final de semana de 8 e 9 de agosto e o término em fevereiro de 2021, o Santos deveria pensar seriamente em alterar a data das eleições presidenciais do clube, previstas para o início de dezembro. Claro que a alteração não está prevista em Estatuto, mas nenhum Estatuto ou regulamento previa uma Pandemia como a que estamos enfrentando do Coronavírus. Caso a alteração não ocorra, o Santos pode enfrentar uma tempestade em um dos momentos mais importantes do ano. Todos nós sabemos como o clima político influencia nos bastidores de qualquer clube de futebol. Caso as eleições sejam mantidas para dezembro, podemos ter um reflexo em campo em um dos momentos mais delicados do Campeonato Brasileiro. Para agravar a situação, um possível novo presidente (José Carlos Peres ainda pode concorrer e ganhar a eleição) assumiria o clube sem muito [...]

2306, 2020

Vamos falar sobre a base do Santos

O Santos espera vender Kaio Jorge para pagar a dívida com o Hamburgo por Cléber Reis (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) Apaixonado pelos Meninos da Vila, o torcedor do Santos tem uma frase sempre na ponta da língua para falar sobre as categorias de base do clube: "A base sempre salva". Embora seja uma verdade histórica, a frase tem um erro conceitual, que todos os pré-candidatos que prometem grande investimento na base ou os torcedores/conselheiros que invadem Lives para reclamar quando outros assuntos são discutidos precisam entender: a base não tem de salvar o Santos, mas tem de ser uma vantagem competitiva. Para isso, o clube tem, necessariamente, de melhorar a geração de receitas em outras áreas. O torcedor também está acostumado a dizer que o Santos teve uma receita de mais de R$ 1 bilhão em vendas de jogadores nos últimos dez anos e questionar onde foi parar o dinheiro. É simples, "a base salvou". O dinheiro foi usado para pagar contas [...]