Blog do Diário2019-09-23T08:43:57-03:00

Blog do Diário


Neste espaço, os editores do site vão dizer tudo o que pensam sobre o passado, o presente e o futuro do Santos Futebol Clube.

207, 2020

Santos precisa parar de usar um erro para justificar outro

Ricardo Oliveira pode voltar ao Santos (Crédito: Divulgação) Existe um provérbio que diz: "Uma pessoa inteligente aprende com seus erros, um sábio aprende com os erros dos outros." E existe o Santos, que usa um erro para justificar o outro. São anos nessa situação. Um presidente não paga os impostos, mas explica que o presidente anterior também não pagou. Não paga outros clubes pelas contratações feitas, mas avisa "na gestão do fulano também não pagaram ciclano". O "modus operandi" já estão tão enraizado na coletividade santista que até os torcedores já adotam o mesmo discurso. O caso mais recente é a proposta de R$ 300 mil feita ao atacante Ricardo Oliveira, segundo o portal "UOL". Para justificar a contratação, alguns torcedores citam os R$ 600 mil pagos ao atacante Uribe, que não marcou ainda um gol pelo clube. O Santos contratou Uribe em 2019. Em 2018, ele havia feito seis gols em 20 jogos pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro (ficou em [...]

2906, 2020

Santos deveria alterar data da eleição

José Carlos Peres corre o risco de sofrer um impeachment (Crédito: Divulgação/SantosFC) Com a confirmação do início do Campeonato Brasileiro para o final de semana de 8 e 9 de agosto e o término em fevereiro de 2021, o Santos deveria pensar seriamente em alterar a data das eleições presidenciais do clube, previstas para o início de dezembro. Claro que a alteração não está prevista em Estatuto, mas nenhum Estatuto ou regulamento previa uma Pandemia como a que estamos enfrentando do Coronavírus. Caso a alteração não ocorra, o Santos pode enfrentar uma tempestade em um dos momentos mais importantes do ano. Todos nós sabemos como o clima político influencia nos bastidores de qualquer clube de futebol. Caso as eleições sejam mantidas para dezembro, podemos ter um reflexo em campo em um dos momentos mais delicados do Campeonato Brasileiro. Para agravar a situação, um possível novo presidente (José Carlos Peres ainda pode concorrer e ganhar a eleição) assumiria o clube sem muito [...]

2306, 2020

Vamos falar sobre a base do Santos

O Santos espera vender Kaio Jorge para pagar a dívida com o Hamburgo por Cléber Reis (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) Apaixonado pelos Meninos da Vila, o torcedor do Santos tem uma frase sempre na ponta da língua para falar sobre as categorias de base do clube: "A base sempre salva". Embora seja uma verdade histórica, a frase tem um erro conceitual, que todos os pré-candidatos que prometem grande investimento na base ou os torcedores/conselheiros que invadem Lives para reclamar quando outros assuntos são discutidos precisam entender: a base não tem de salvar o Santos, mas tem de ser uma vantagem competitiva. Para isso, o clube tem, necessariamente, de melhorar a geração de receitas em outras áreas. O torcedor também está acostumado a dizer que o Santos teve uma receita de mais de R$ 1 bilhão em vendas de jogadores nos últimos dez anos e questionar onde foi parar o dinheiro. É simples, "a base salvou". O dinheiro foi usado para pagar contas [...]

2106, 2020

95 foi o resgate do orgulho de ser santista

Jogadores em campo no intervalo do 5 a 2 contra o Fluminense (Crédito: Reprodução) "Nascer, viver e no Santos morrer é um orgulho que nem todos podem ter". Parte do hino do Santos nunca deixou de ser verdade, mas, por alguns anos, o "orgulho" ficou borrado, sendo dito em voz baixa, com a mão da frente da boca, etc. Entre 85 e 94, o Peixe não viveu, apenas sobreviveu. Foram anos com times sofríveis, administrações péssimas e poucos ídolos, como Sérgio Guedes, Paulinho McLaren, Almir e Guga. Quem nasceu na década de 70 se acostumou a ser o único santista da classe na escola, um dos poucos no bairro ou na cidade (claro que não na Baixada santista ou São Paulo). Ir para a escola depois de clássicos era um terror. Por isso, os três gols de Guga no Corinthians em 94 são lembrados até hoje. Chegou 95. O time do Cabralzinho, do Edinho "papai gostou", do zagueiro Narciso, de Carlinhos (o [...]

806, 2020

Santos deveria oficializar a torcida do sofá. É sério!

A pandemia do coronavírus fez os departamentos de marketing de alguns clubes deixarem a zona de conforto e apostarem na criatividade para encontrar formas de manter o torcedor conectado, e sobretudo, gerar receita mesmo sem os jogos e a exibição das equipes nas emissoras de TV. Uma das medidas adotadas por muitos clubes foi a venda de ingressos simbólicos para a exibição de partidas históricas pela TV Globo. O Santos embarcou na onda e vendeu 8 mil ingressos virtuais para a exibição da final da Libertadores de 2011 neste domingo. Teve uma receita de R$ 55 mil com a ação. Por que o clube não aproveita o "sucesso" da ação e passa a adotar o ingresso virtual para as partidas, mesmo quando a presença de público nos estádios for liberada? Muita gente critica a baixa média de público do Santos nos últimos anos e os famosos "torcedores de sofá". Por que não gerar uma oportunidade com essa situação? Santos vai enfrentar o Mirassol na [...]

1905, 2020

A primeira missão de Jesualdo na volta do futebol

Jesualdo Ferreira terá de contornar a insatisfação dos jogadores com a diretoria (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) Ainda é impossível prever quando o futebol vai voltar no Brasil, mas o técnico do Santos, Jesualdo Ferreira, já sabe qual será a sua primeira missão no momento em que os campeonatos recomeçarem: mobilizar os jogadores. A relação do elenco com a diretoria, especialmente com o presidente José Carlos Peres, já era ruim, mas piorou com o corte de 70% dos salários de abril. Marinho reclamou, jogadores compartilharam publicação do sindicato dos atletas profissionais criticando o clube e nenhum deles esteve na apresentação dos novos uniformes. José Carlos Peres nunca teve bom trânsito no vestiário do Santos. Isso já foi dito por ex-funcionários, ex-jogadores, ex-técnicos e pelo vice-presidente Orlando Rollo. O DIÁRIO ouviu de mais de uma fonte que o técnico Cuca chegou a fazer reunião com o elenco e conseguiu mobilizar os atletas (o Santos estava perto da zona de rebaixamento quando ele foi contratado) [...]