Blog do Diário2020-09-04T11:51:41-03:00

Blog do Diário


Neste espaço, os editores do site vão dizer tudo o que pensam sobre o passado, o presente e o futuro do Santos Futebol Clube.

412, 2020

Precisamos falar sobre Marcelo Teixeira

Marcelo Teixeira é presidente do Conselho do Santos (Crédito: Divulgação) Marcelo Teixeira é um nome polarizador no Santos. Muitos torcedores amam, outros muitos odeiam, mas poucos são indiferentes ao ex-presidente do clube. Aqueles que amam lembram do histórico título brasileiro de 2002, que virou as faixas e encerrou o jejum de 18 anos. Citam a modernização do CT Rei Pelé, que, de fato, tornou-se  referência na primeira década deste século. Os "haters" criticam as contratações de medalhões que, quase em sua totalidade, fracassaram no Peixe, as cobranças dos empréstimos feitos e a famosa penhora da Vila Belmiro. Marcelo Teixeira foi presidente entre 92 e 93 e 2000 e 2009. Errou muito na gestão do Santos, mas também é inegável que teve muitos acertos. Nos últimos três anos, Marcelo Teixeira presidiu o Conselho Deliberativo do Santos, um órgão com a imagem tão ou mais arranhada que as últimas péssimas administrações do clube. Conduziu dois processos de impechment contra José Carlos Peres, promoveu [...]

2511, 2020

Lição de 2020: Nunca duvide do Santos

Soteldo e Jean Mota comemoram gol na vitória sobre a LDU (Crédito: @LibertadoresBR) O ano de 2020 ficará marcado na história como o ano em que nossa geração enfrentou uma pandemia. O coronavírus chegou e mudou nossa rotina, nossa forma de trabalhar, o modo como nos relacionamos, o modo como pensamos e como agimos (ao menos deveria). Mas 2020 também será lembrado como o ano em os comentaristas esportivos e até mesmo alguns torcedores aprenderam uma grande lição: nunca duvide do Santos. A nossa camisa é pesada demais. Não à toa que paramos uma guerra, que somos o brasileiro mais conhecido do mundo, o time das Américas no Século XX. O Santos é uma fênix. Quando acham que o time vai acabar, que nunca mais vai ganhar um título importante, surge um garoto negro, franzino, que com sete pedaladas humilha o maior rival e levanta o Brasileiro. Quando falta dinheiro, sobra talento, muitas vezes descobertos na nossa imensa fábrica de craques [...]

2111, 2020

Vamos falar sobre as mudanças na base

Orlando Rollo fez uma reformulação nas categorias de base (Crédito: Reprodução) O presidente em exercício do Santos, Orlando Rollo, usou uma parte da coletiva desta sexta-feira para falar sobre as categorias de base do clube. Elogiou os profissionais que ele contratou em outubro (por critérios técnicos), disse que as categorias Sub-17 e Sub-20 são formadas por jogadores de empresários, que o Santos não vai mais contratar jogador para a base e que só entrarão jogadores no clube agora através de peneira. Embora esse seja um espaço para opinião, nas próximas linhas vou passar apenas algumas informações para que o torcedor possa tirar as suas próprias conclusões sobre o processo. O novo responsável pela base é o Coronel Edson Pimenta, que fez o curso de gestão da CBF Academy com Orlando Rollo. Como o presidente em exercício já afirmou em outras entrevistas, Pimenta era o responsável pelas categorias de base da Portuguesa em 91, quando a equipe conquistou a Copa São Paulo [...]

411, 2020

Sereias: referência de vexames nos últimos anos

Jogadoras do Santos antes do primeiro duelo contra o São Paulo, pelas quartas de final do Brasileiro (Crédito: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC) Filme repetido! Mais uma vez as Sereias da Vila falharam na hora h. Nos últimos anos, as Sereias andam decepcionando o torcedor santista, que está acostumado a ouvir que o Santos é um time de tradição no futebol feminino, mas também quer títulos importantes. Só ser referência não basta! Ainda mais com os investimentos que o clube faz frente aos concorrentes. Nesse último domingo, as Sereias perderam de 2 a 0 para o São Paulo, na Arena Barueri, e foram eliminadas nas quartas de final do Campeonato Brasileiro. Isso depois do time fazer a segunda melhor campanha na 1ª fase, o time caiu mais uma vez no primeiro mata-mata. Falhar quando “está valendo de verdade” é algo que vem acontecendo com frequência com o Santos nos últimos anos no futebol feminino. Foi assim no Brasileiro e no Campeonato Paulista [...]

211, 2020

Cuca não é Masterchef, mas Feijão com arroz sustenta

Cuca fez o feijão com arroz contra o Bahia e, pasmem, funcionou (Ivan Storti/Santos FC) O Santos venceu o Bahia por 3 a 1 neste domingo, na Vila Belmiro, e encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro na sexta colocação, com 30 pontos conquistados. É muito mais do que os torcedores imaginavam antes do campeonato, após o trauma com Jesualdo Ferreira no Paulistão. A receita para vencer o Bahia e chegar aos 30 pontos foi a mais simples possível, um prato como o feijão com arroz. Cuca usou os melhores jogadores que tem à disposição em suas posições de origem. Fez as trocas sem querer inventar  um prato de Masterchef. Saiu Jean Mota e entrou Lucas Lourenço, não Arthur Gomes "improvisado" de meia. Saiu Kaio Jorge e entrou Marcos Leonardo, não Lucas Braga. Os dois Meninos nem entraram tão bem assim (longe disso), mas dentro de um processo de crescimento momentos não tão bons fazem parte. Eles precisam ter tempo e [...]

2910, 2020

Cuca é um técnico que precisa do caos

Ciranda, cirandinha, vamos todos cirandar (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) A terceira passagem do técnico Cuca pelo comando do Santos repete o cenário da segunda e deixa claro uma característica do treinador: ele precisa trabalhar em meio ao caos para dar resultado. Em 2018, Cuca assumiu com o Santos na zona de rebaixamento do Brasileirão. Antes da partida contra o Botafogo, pela 17ª rodada, o Peixe tinha 16 pontos e ocupava a 17ª colocação na classificação. Com aquele discurso de família, treinos com ciranda cirandinha, disputa "nós" (jogadores e comissão) contra eles (presidente e diretoria), o Santos chegou até a sétima colocação após a 31ª rodada, com 46 pontos ganhos. O sonho da Copa Libertadores ficou mais perto. Era o momento em que Cuca precisava ser técnico. Não estava mais no caos, estava brigando pelas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro. O elenco tinha Bruno Henrique, Gabigol e Rodrygo no ataque. Mas o Santos só ganhou quatro pontos nas últimas sete rodadas e terminou o [...]

Ir ao Topo