Na veia 2017-12-04T18:14:50+00:00

Na veia

Vagner Frederico é jornalista esportivo e acompanha o Santos há 18 anos, 11 deles como repórter setorista do Diário de São Paulo. Atualmente, é comentarista do programa Esporte por Esporte, da TV Santa Cecília, líder em audiência na Baixada Santista.

2009, 2018

Mais um ídolo usado como escudo

SANTOS – Quero deixar claro aqui que tenho uma enorme admiração e muito respeito pelo volante Renato. Ele teve uma carreira irrepreensível como atleta e merece estar na galeria de ídolos do Santos, não apenas por sua capacidade técnica acima da média e pelos títulos conquistados no clube, mas também por ser um profissional na acepção da palavra. No entanto, não posso deixar de manifestar minha opinião adversa à contratação do ainda jogador Renato como novo executivo de futebol do Peixe. Isso mesmo. Ele vai acumular as duas funções até o fim do ano, como foi anunciado pelo presidente José Carlos Peres e pelo próprio atleta em entrevista coletiva nesta semana. Para que fique bem claro para o torcedor, a função de executivo de futebol, a mesma exercida pelo badalado Alexandre Mattos no Palmeiras, por exemplo, é de vital importância para a montagem e a administração do departamento profissional. E é evidente que, por mais bem intencionado que seja, Renato ainda não está preparado [...]

409, 2018

Impeachment parece irreversível

SANTOS – A não ser que seja salvo por uma nova interferência da justiça comum, José Carlos Peres encerrará seu mandato no Santos no fim do mês. Pesquisas extraoficiais, realizadas tanto por integrantes da situação quanto da oposição, mostram que o presidente santista não tem apoio suficiente para impedir a aprovação dos dois pedidos de impeachment em tramitação no Conselho Deliberativo do clube. Em edital publicado nesta terça-feira, a data da votação dos dois processos foi confirmada para o próximo dia 10. Para impedir sua derrota no Conselho, Peres precisa contar com os votos de pelo menos um terço dos conselheiros presentes na reunião. São 301 aptos a votar. Mas, de acordo com as pesquisas, o mandatário alvinegro possui somente entre 40 e 50 apoiadores no momento. Se aprovado no Conselho, o impeachment do presidente será decidido pelos sócios do clube, em maioria simples, após convocação de assembleia geral, prevista para o dia 29. Ao contrário do que ocorre nas eleições do clube, a [...]

2308, 2018

Pobre futebol da América do Sul…

SANTOS – É inacreditável que em pleno século 21, com toda a tecnologia e a globalização a serviço da sociedade, ainda tenhamos de lidar com situações como essa do meia Sánchez no futebol profissional. Parece que tudo é feito com o propósito de haver brechas para manipulações no tapetão... Em nota, a Conmebol divulgou nesta quarta-feira que vai “investigar” se a utilização do jogador do Santos na partida contra o Independiente, um dia antes, na Argentina, foi ou não irregular, como acusam os argentinos. Ora bolas! Foi a própria entidade sul-americana que aceitou a inscrição do atleta. Certamente esse tipo de confusão não ocorre mais nem mesmo nos campos de várzea espalhados pela América do Sul. Porém, lamentavelmente, isso é algo corriqueiro nas principais competições do continente, incluindo as organizadas pela CBF. Então, eu me pergunto: o que impede que a situação de qualquer atleta profissional seja identificada no ato de sua inscrição para um partida ou campeonato? Só consigo pensar em duas explicações: [...]

1408, 2018

Cuca, por favor, não me decepcione!

SANTOS - Em minha coluna anterior, eu pedi calma ao torcedor alvinegro porque estou convencido de que o Santos não tem time para estar na situação delicada em que se encontra e tende a melhorar com a troca de um treinador inexperiente, como Jair Ventura, por outro bem mais rodado e vencedor, como Cuca. Além disso, há pelo menos dez equipes inferiores ao Peixe neste Campeonato Brasileiro, o que teoricamente eliminaria qualquer possibilidade de rebaixamento, hoje uma preocupação real do santista. Mas, então, por que o Santos continua com enormes dificuldades para somar os resultados de que necessita e se afastar de vez da zona perigosa, mesmo após três rodadas sob o comando do novo técnico? Será má vontade ou descomprometimento dos jogadores? Claro que não. Nenhum profissional quer ter seu nome registrado numa página vergonhosa da história de um clube. E, pelo que se vê dentro de campo, não se pode acusá-los de falta de raça e luta, como é de costume em [...]

608, 2018

Calma, torcedor. A tendência é melhorar

SANTOS – Os dois primeiros resultados de Cuca no comando do Santos não foram nada animadores (derrota por 1 a 0 em casa diante do Cruzeiro e empate sem gols com o Botafogo, no Rio). Mas calma, torcedor! A tendência agora é o time melhorar. Enfim, a diretoria do Santos deu uma bola dentro. Depois de retardar a demissão de Jair Ventura até o limite do inaceitável, os dirigentes acertaram na escolha do novo treinador. Desistiram das arriscadas apostas e trouxeram alguém pronto para recolocar o time nos trilhos Ao lado de Abel Braga e Tite, Cuca é uma das raras exceções entre os treinadores experientes e vencedores do futebol brasileiro, um dos poucos que ainda não carregam a pecha de ultrapassado. Com a chegada dele e dos novos reforços, a equipe tende a crescer na temporada, inevitavelmente. Ao contrário dos técnicos novatos e dos veteranos em decadência, Cuca reúne em seu currículo experiência e títulos recentes, os principais de sua carreira, inclusive. Aos [...]

2507, 2018

Mais uma aposta de alto risco à vista

SANTOS – Enfim, a queda de Jair Ventura no Santos deixou de ser uma ameaça constante e se transformou em realidade. Aleluia! Foi uma decisão tardia (deveria ter ocorrido bem antes da parada para a Copa do Mundo), mas acertada e inevitável. Um alívio para o torcedor santista. O promissor (mas ainda inexperiente) treinador carioca mostrou que não estava pronto para tamanha responsabilidade. Em sete meses, insistiu num esquema tático incompatível com o elenco que tinha em mãos e seu time não evoluiu praticamente nada de janeiro para cá. Agora, cabe à atrapalhada diretoria do Peixe encontrar um substituto capaz de salvar a temporada. Para isso, o escolhido terá menos de seis meses para transformar uma equipe desajustada em competitiva, a ponto de se recuperar no Brasileiro e brigar pelos títulos da Copa do Brasil e da Libertadores. Em teoria, essa difícil missão seria menos árdua para um treinador experiente e familiarizado com o clube. Mas as opções são raras. Vanderlei Luxemburgo, há dez [...]