Santos terá patrocínio pontual nos dois próximos jogos do Brasileirão (Crédito: Reprodução)

O Santos fechou um patrocínio pontual do PicPay nas partidas contra Palmeiras, nesta quarta-feira, e Internacional, no próximo domingo. De acordo com anúncio feito pelo clube, a negociação faz parte do processo de prospecção para o patrocínio master de 2020. O Peixe deve receber cerca de R$ 400 mil pelos dois jogos.

“Tomamos uma decisão difícil de não aceitar no início do ano propostas baixas pelo patrocínio master. No entanto, a estratégia vem dando frutos vide a ocupação de todos demais espaços de nosso uniforme e a valorização de nossa propriedade principal. Esse patrocínio pontual vem dentro deste contexto e vamos passo a passo trabalhando na valorização devida do nosso Clube”, afirmou o presidente José Carlos Peres.

O PicPay é a maior carteira digital do Brasil, com mais de 12 milhões de usuários. Criado em 2012, o aplicativo é pioneiro no segmento e no uso de QR Code para pagamentos no País. Direto do celular, o usuário pode realizar pagamentos de graça e instantaneamente, fazer o dinheiro render mais do que na poupança, pagar boletos, sacar nos terminais 24 horas, obter crédito, ao mesmo tempo em que encontra diversos serviços: recarga do celular e do cartão de transporte público, pagamento de estacionamentos, compras de jogos e no e-commerce, entre outros.

“O PicPay está presente na vida de muitos apaixonados por futebol e agora é a vez de chegarmos a grandes partidas e estádios. Essa é a primeira vez que o app patrocina um time de grande porte do futebol brasileiro. Tendo revelado diversos atletas de categorias de base que se tornaram estrelas do esporte, o Santos é um clube visionário, formado por pessoas proativas, dispostas a entregar muito e que sonham grande assim como no PicPay”, afirmou Armando Areias, Chief Growth Officer da fintech.

Combinando tecnologia e segurança, o app facilita a vida dos seus usuários em diversos momentos, como na hora de dividir a conta do bar, o presente de aniversário do amigo ou os custos da “sagrada pelada” de toda semana.

“Consideramos válido um patrocínio pontual em um caso como este: marca que pela primeira vez terá uma experiência em patrocínio de camisa, uma negociação maior em curso entre as partes e com um valor adequado que valorize nossa propriedade principal. Esperamos que o cliente tenha retorno de imagem e de negócios neste pequeno período e convidamos a nossa torcida a conhecer o produto e baixar o aplicativo PicPay”, complementa Marcelo Frazão, Executivo de Marketing e Comunicação do Peixe.