EDITORIAL: O papel do DIÁRIO

Por | 2019-01-08T20:20:22+00:00 7 de janeiro de 2019, 14:00 |

Em pouco mais de um ano no ar, o DIÁRIO DO PEIXE conseguiu um grande prestígio com os torcedores, fruto de um trabalho sério e correto, com uma equipe formada apenas por jornalistas santistas.

Neste final de semana, o projeto ficou em evidência pelas matérias sobre a antecipação da segunda parcela da venda de Rodrygo ao Real Madrid. Alguns torcedores chegaram a afirmar em redes sociais que o DIÁRIO estava contra o Santos.

Nós, santistas, conhecemos bem o histórico de más administrações no nosso clube. Não resta dúvida de que as gestões de Odílio Rodrigues e Modesto Roma Jr foram danosas ao Peixe.

Infelizmente, o DIÁRIO não existia nesse período. Isso é uma coisa que não podemos mudar.

Mas agora o DIÁRIO está no ar. Nosso papel é dar ao Santos o tratamento que o clube merece e levar ao torcedor todas as informações do Peixe, ao menos todas que chegam ao nosso conhecimento.

Muitos torcedores nos questionavam sobre o dinheiro da venda de Rodrygo. Nós tentamos responder. E seguiremos acompanhando qual será o destino dessa antecipação.

Seguiremos com essa linha até o final da gestão de José Carlos Peres, do seu sucessor, do sucessor do sucessor. Será sempre assim.

Não temos nenhuma ligação com política ou interesse político. Nós fazemos jornalismo.

Vamos seguir fiscalizando todas as ações do clube, elogiando as boas medidas e criticando as ruins.

Como tem sido feito desde o dia 27 de novembro de 2017.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Deixar um Comentário