Filha de Peixe2020-09-04T11:51:26-03:00

Filha de Peixe

Anita Efraim é jornalista, corredora e geneticamente santista. O amor pelo time, que é herança do pai, vem em todas as formas. Sempre com uma visão humana e crítica sobre um DNA alvinegro.

1406, 2021

Santos precisa multiplicar, não somar

Fernando Diniz pediu a contratação de Camacho (Crédito: Ivan Storti/SabtosFC) Depois de três vitórias seguidas, sendo duas diante do Cianorte (uma equipe de Série D) e uma sobre o Ceará, o empate em 0 a 0 diante do Juventude no último sábado, na Vila Belmiro, deu um freio na empolgação do torcedor mais iludido do Santos. O jogo em si, a entrevista coletiva do técnico Fernando Diniz e as últimas notícias envolvendo o clube voltam a gerar uma preocupação grande para a disputa do Campeonato Brasileiro. Claro que o Santos não vai ser campeão, nem está muito perto de lutar por vaga na Libertadores, mas o cenário deixa um clima de apreensão para a competição. O Santos fez três jogos contra times, no máximo, do mesmo nível, sendo dois deles na Vila Belmiro, e somou apenas quatro pontos. Está na 12ª colocação e se prepara para uma sequência de quatro jogos contra times que tem pretensões bem maiores no Brasileirão (Fluminense e [...]

906, 2021

Entre Patos e Gansos

Sánchez assinou sua renovação até julho de 2023 (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) Por Danilo Hatori, especial para o Espaço do Torcedor do DIÁRIO Nesta segunda, 07 de junho, duas notícias agitaram os santistas: a renovação de Carlos "Pato" Sánchez e o avanço na negociação pela volta de Paulo Henrique Ganso. Apesar de os dois terem apelidos de aves, as semelhanças entre os dois são poucas. Mesmo assim, ambos despertam muitos sentimentos, até controversos, na torcida alvinegra. Mas as diferenças são bastante relevantes e falaremos delas. Comecemos pelo Sánchez. Jogador de renome, Rei da América de 2015, ex-seleção uruguaia, e bastante querido pela torcida. Parecia não haver impeditivos, mas mesmo assim foi uma renovação bastante arrastada. A justificativa para a demora passa pela própria situação do jogador: 36 anos, voltando de uma lesão bastante séria, e que mesmo antes da lesão não estava em sua melhor forma. Fosse outro jogador, com menos identificação, talvez tivesse bastante oposição da torcida. Bastaria uma análise mais [...]

806, 2021

Santos pode pedir música

Kaio Jorge cerca pelos jogadores do Cianorte na partida desta terça-feira (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) O Santos voltou a vencer o Cianorte, desta vez por 1 a 0, e conquistou pela primeira vez na temporada uma trinca de vitórias consecutivas. O Peixe pode agora até pedir música no Fantástico – que música você pediria, torcedor? Não foi um grande jogo. O Santos teve poucas chances de gol no primeiro tempo, e foi premiado pela boa partida defensiva com um golaço de Marcos Guilherme, jogador que tem se mostrado um acerto da diretoria santista no mercado da bola. O Santos hoje é um time em que já consegue traduzir em campo as ideias do seu treinador, mas ainda peca em alguns fatores. Um deles é a intensidade. Os jogadores parecem com movimentos travados em campo (principalmente Marinho, que não está 100% pós-lesão). Outros dois problemas estão interligados: o time toma muitas decisões erradas no ataque (Pirani foi o maior exemplo em campo na tarde [...]

506, 2021

Há 36 anos o Peixe conquistava a Copa Kirin no Japão

Jogadores do Peixe para jogo da Copa Kirin (Crédito: Masahide Tomikoshi) Alô Amigos do Urbano! Sim, agora nós temos uma coluna quinzenal aqui no Diário do Peixe! Vamos utilizar este espaço para relembrar momentos marcantes da história do nosso Santos e comentar sobre os conteúdos que criamos no podcast Amigos do Urbano, que está disponível em diversos agregadores. Em 1985, o Santos foi até o Japão e de lá trouxe mais um troféu internacional: a Copa Kirin. A conquista alvinegra foi valorizada pelo adversário na grande final, a seleção do Uruguai. A Copa Kirin foi criada em 1978 com o intuito de desenvolver o futebol no Japão. As primeiras edições tiveram o nome de Japan Cup, mas depois o nome foi alterado pela cervejaria Kirin, que se tornou patrocinadora da competição. Os investimentos da Kirin permitiram convidar grandes equipes do futebol mundial. Em 1985, foi a vez do Santos ser o clube brasileiro convidado (Palmeiras, Botafogo e Internacional já tinham participado). [...]

206, 2021

Valeu para (ajudar a) retomar a confiança

Marinho fez o segundo gol do Santos diante do Cianorte (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) O Santos derrotou o Cianorte por 2 a 0 nesta terça-feira, fora de casa, e agora pode perder por um gol de diferença que se classifica para a próxima fase da Copa do Brasil. Foi um jogo que valeu para (ajudar a) retomar a confiança. Não foi uma partida brilhante do Santos. Mas foi um duelo seguro. O goleiro John (novidade no lugar de João Paulo) pouco trabalhou. Luiz Felipe (outra novidade de Fernando Diniz, no lugar de Kaiky) também não ficou exposto). Só fica o gostinho de que o Santos poderia ter conquistado uma margem mais ampla no placar. Mérito do goleiro Bruno (com boas defesas), mas faltou melhor conclusão do ataque santista. E maior intensidade pra buscar o ataque. Mas assim...sejamos honestos. Pra quem levou 3 a 0 do Bahia, em jogo de confronto direto do Brasileirão, foi um bom resultado. Agora é um momento de retomar [...]

Ir ao Topo