Filha de Peixe2020-09-04T11:51:26-03:00

Filha de Peixe

Anita Efraim é jornalista, corredora e geneticamente santista. O amor pelo time, que é herança do pai, vem em todas as formas. Sempre com uma visão humana e crítica sobre um DNA alvinegro.

804, 2021

A base tem de ser protegida

Ângelo tem apenas 16 anos e já poderia se transferir para a Europa com a mudança (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) Por Théo Ogier, especial para o Espaço do Torcedor do DIÁRIO DO PEIXE* Nos últimos dias, a CBF, presidida por Rogério Caboclo, realizou algumas movimentações capazes de mudar o cenário do futebol brasileiro nos próximos anos. Por exemplo, e talvez a mais impactante, agora os clubes brasileiros só podem demitir uma única vez seus treinadores durante o campeonato nacional de pontos corridos. Entretanto, essa não é a notícia que mais preocupa os torcedores e dirigentes do alvinegro praiano. Em um trecho de uma reunião com grande número de presidentes dos clubes do Brasil, Caboclo afirmou que estava em 'guerra' com a FIFA, pois queria que os jogadores brasileiros já pudessem ser vendidos para o exterior a partir dos 16 anos, assim antecipando uma possível saída do solo nacional dois anos antes de como é hoje, onde os jovens estão apenas liberados [...]

704, 2021

Ângelo faz história e Santos fica bem perto da vaga

Ângelo se tornou o jogador mais jovem a marcar na Copa Libertadores (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) O Santos conquistou uma grande vitória por 3 a 1 contra o San Lorenzo, nesta terça-feira, fora de casa, e deu um passo muito importante para conseguir a vaga na fase de grupos da Libertadores. Que alegria é ver uma jovem sensação santista, Ângelo, fazer história e marcar um gol tão crucial para o momento do Peixe na temporada. O time comandado pelo técnico Ariel Holan teve um primeiro tempo muito seguro. Proporcionou poucas chances claras ao San Lorenzo (salvo engano, apenas uma). Mesmo com um elenco muito jovem, não se intimidou com a força física do rival. Mas o principal mérito do Santos foi que o clube soube ser cirúrgico e marcar nas oportunidades que teve: Lucas Braga fez um belo gol no início do primeiro tempo e Marinho, de pênalti, fez o segundo em lance marcado por um belíssimo passe do jovem Gabriel Pirani [...]

604, 2021

Além do dom! Rueda e Holan podem colocar o Santos no trilhos

Andres Rueda e Ariel Holan são esperanças para colocar o Santos nos eixos (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) Superar adversidades é uma rotina na história do Santos. Com quase 109 anos de fundação - a se completarem no próximo dia 14 de abril -, já se pode dizer sem receio que superação é dom, vocação, um talento nato do clube. Nos últimos anos, essa condição tem sido reafirmada a ponto de fazer os críticos soarem repetitivos. Nos janeiros, o futuro projetado em campo é sombrio pelo que se nota de caótico no presente administrativo - salários devidos, nebulosas transações, falta de capacidade de investimento, etc... Nos dezembros, o presente administrativo mantem a feiúra, mas em campo há luzes a confundir mente e lógica. Nas duas últimas temporadas, foi exatamente assim. Os vice-campeonatos brasileiro, em 2019, e da Libertadores, em 2020, contrariaram demais a realidade. A segunda colocação nos pontos corridos teve a maior pontuação do Santos desde que a disputa passou a ser [...]

3103, 2021

O nosso ponto de encontro

Vila Belmiro é uma terra de craques (Crédito: Santos FC) Queridos amigos santistas. Em primeiro lugar, gostaria de dizer que é uma honra assinar esta coluna “Terra de Craques” aqui no Diário do Peixe, o ponto de encontro dos torcedores do Peixe. Virei torcedor do Santos desde criança, influenciado pelo meu pai, e, do alto dos meus 36 anos, posso dizer que sou forjado nos anos da fila. O tempo que mais frequentei a Vila Belmiro foi nos anos 90, época que era difícil até de chegar nas finais. Mas minha memória futebolística foi sendo moldada por craques como Giovanni, Robinho e Neymar, que fizeram história com a camisa branca do Alvinegro mais famoso do mundo. Tive o privilégio de escrever ao lado do amigo Bruno Freitas o livro “20 jogos eternos do Santos”, em que alguns destes jogos inesquecíveis foram contados por nós. E tivemos o prazer de conciliar, na produção desta obra, três paixões - jornalismo, futebol e Santos. [...]

3003, 2021

Porque Ariel Holan foi o maior acerto de Rueda até agora

Ariel Holan é o maior acerto da gestão de Andres Rueda até o momento (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) No fim de março, Andres Rueda completa três meses à frente do Santos. É como se o presidente estivesse encerrando o período de experiência. Minha avaliação pessoal é de que o início de gestão é marcado por muito mais acertos que erros. Entre tantos aspectos positivos que podemos ressaltar do começo de Rueda, o maior deles é o treinador Ariel Holan. Em diversas ocasiões, Rueda disse que o Santos precisava não apenas de um treinador, mas de um parceiro, de um profissional que entendesse as fraquezas e potencialidades do clube e soubesse trabalhar com isso. Holan parece ser exatamente esse cara. Na última sexta-feira (30), o Santos anunciou o novo patrocínio máster. Poucas horas depois, já víamos nas redes sociais do clube o treinador posando com a camisa estampada e com a maquininha de cartão da empresa. Não satisfeito, Holan publicou as fotos nas próprias [...]

3003, 2021

O elenco não se faz só de “raios”

Santos promoveu diversos garotos nesta temporada (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) Por Gabriel Castanho, especial para o Espaço do Torcedor do DIÁRIO* “Olha aí o novo raio”, “Mais um raio surgindo na Vila Belmiro”. Se você é torcedor do Santos, tenho certeza que você já ouviu ou usou uma dessas frases, mesmo sem você nunca ter visto esse tal “novo raio” jogar 90 minutos em uma única partida. E se o “raio” fizer um gol na primeira partida como titular… Nossa, a torcida vai fazer campanha para que o jogador jogue todos os minutos de todas as partidas. Se dependesse da vontade dos torcedores esse jogador seria “o novo Neymar”. Mas isso dificilmente (pra não dizer nunca) vai ocorrer. Primeiramente porque é uma bobagem comparar jogadores nessa situação, já que nunca vai existir um “novo Neymar” ou um “novo Pelé”, por exemplo. Cada jogador tem a sua história, e comparar novos meninos da vila (muito provavelmente adolescentes) em seus primeiros passos entre os [...]

Ir ao Topo