Ainda sem reforços e com Jair pressionado, Peixe se reapresenta

Por | 2018-06-24T18:38:55+00:00 24 de junho de 2018, 18:37 |

O técnico Jair Ventura ganhou um aliado com a chegada de Ricardo Gomes, mas vai precisar de resultados para seguir no comando do Peixe (Crédito: Ivan Storti/SantosFC)

Depois de 12 dias de folga, os jogadores do Santos se reapresentam na tarde desta segunda-feira no CT Rei Pelé. A única novidade no período de descanso dos atletas foi a contratação do ex-zagueiro Ricardo Gomes para a vaga de executivo de futebol.

O técnico Jair Ventura segue mantido no comando da equipe, mas ainda sob pressão. A diretoria não tem total segurança no trabalho do treinador e nem mesmo a chegada de um aliado (Ricardo Gomes e Jair Ventura trabalharam juntos no Botafogo). Tanto que em sua apresentação oficial o novo executivo do Peixe deixou claro a necessidade de reforços.

“Agora nós temos amistosos fora do Brasil e ele (Jair) vai ter tempo de treino, vai ter tempo para arrumar a equipe e buscar os resultados que todos esperam. Ele é um treinador qualificado, mas todo treinador precisa de resultados”, afirmou Ricardo Gomes.

Os amistosos citados pelo executivo serão contra Monterrey e Querétaro, dias 7 e 10 de julho, respectivamente. O Santos tem embarque para o México previsto para o dia 3 de julho. O primeiro jogo no Campeonato Brasileiro já será o clássico contra o Palmeiras, dia 19, no Pacaembu, em São Paulo.

Até lá a diretoria esperar dar ao treinador ao menos três reforços, sendo um volante, um meia e um centroavante. Nos últimos dias, o Peixe ficou próximo de acertar, via investidor, com o volante Jaílson, do Grêmio, mas desistiu porque o jogador não poderia atuar na Copa do Brasil e na Copa Libertadores (o Santos segue vivo nas duas competições).

O uruguaio Carlos Sanchez pode ser um dos reforços, mas o Peixe tem a concorrência do Pachuca, do México. A situação deve ser resolvida apenas após a participação do Uruguai na Copa do Mundo da Rússia (a seleção já está garantida nas oitavas-de-final da competição, que acontecerão entre os dias 30 de junho e 2 e julho).

Outro reforço que pode vir da Copa é o meia Bryan Ruiz, da Costa Rica. A seleção já está eliminada e faz o último jogo da primeira fase na próxima quarta-feira. Além do Santos, o jogador tem proposta de um clube da Costa Rica.

O tempo sem jogos ao menos serviu para a recuperação de alguns jogadores que estavam entregues ao departamento médico, casos do meia Vecchio e dos atacantes Eduardo Sasha e Arthur Gomes.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Um Comentário

  1. Justino 25 de junho de 2018 em 11:53 - Responder

    Tem o Ricardo Gomes um grande reforço pra zaga

Deixar um Comentário