Bryan Ruiz pede rescisão amigável e Peixe estuda situação

Por | 2019-01-10T08:52:14+00:00 10 de janeiro de 2019, 8:52 |

Bryan Ruiz em sua apresentação ao Peixe: jogador chegou com status de craque e ganhou a camisa 10 de Peres (Crédito: Divulgação)

O costarriquenho Bryaz Ruiz, que chegou ao Santos em 2018 após a disputa da Copa do Mundo, pediu rescisão de contrato com o clube. Insatisfeito por ter sido pouco utilizado no ano passado e fora do time titular dos primeiros treinos do técnico Jorge Sampaoli, o meia quer respirar novos ares e solicitou ao Peixe sua saída de forma amigável. A informação foi publicada primeiramente pelo site Gazeta Esportiva e confirmada pelo Diário do Peixe.

A situação do jogador é analisada pelo presidente José Carlos Peres, que o contratou e é fã de seu futebol. Profissional, nesse momento Ruiz treina normalmente com o grupo mesmo tendo a certeza que seu futuro deve ser longe da Vila Belmiro.

“Desde que chegou ao Brasil, Bryan está conversando com a diretoria do Santos para buscar uma saída amigável do elenco. Nas próximas horas teremos mais detalhes. Ele está muito agradecido com a diretoria do Santos”, falou o representado do atleta, Kristian Arguedas, em entrevista ao site La Nación, da Costa Rica.

Ruiz foi contratado pelo Santos em julho do ano passado. O meia atuou em 14 jogos, contabilizando duas assistências. Ele não marcou gol com a camisa alvinegra.

Pouco aproveitado e com um dos maiores salários do elenco, na faixa dos R$ 400 mil, a tendência é que o Santos aceite a saída amigável do atleta, que além de desafogar a folha salarial, abriria a oportunidade da contratação de novos estrangeiros. No Paulista, por exemplo, apenas cinco atletas estrangeiros podem entrar em campo. Outra possibilidade que o Peixe estuda é a negociação do atleta com algum clube do exterior, fato que ainda poderia render um dinheiro aos cofres santistas.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

2 Comentários

  1. Joao 10 de janeiro de 2019 em 11:37 - Responder

    Não tem que estudar, deixa o Bryan ir embora.

  2. Leandro 10 de janeiro de 2019 em 14:04 - Responder

    Vai ser melhor pra todo mundo, mais uma contração que não que não vingou.

Deixar um Comentário