Experiente, Cícero já vestiu a camisa do Peixe e é uma das armas do Botafogo (Crédito: Vítor Silva/Botafogo)

Em campo, tudo vai bem. Fora dele, nem tanto.

O Botafogo deve dois meses de salários e direito de imagem para seus jogadores. As pendências fizeram os atletas entrarem em greve de silêncio, isto é, não concedem entrevistas desde o começo de julho.

Agora, se o clube enfrenta problemas fora das quatro linhas, dentro de campo o time faz uma boa campanha no Campeonato Brasileiro. Com 16 pontos, a equipe briga no alto da tabela e antes do início dessa rodada ocupava a 6ª colocação na classificação. Na última rodada, o time conquistou um ponto fora de casa ao empatar em 0 a 0 com o Cruzeiro, jogo disputado no Mineirão.

Comandado pelo técnico Eduardo Barroca, o Botafogo tem um reforço certo para encarar o Peixe nesse domingo: o retorno de Cícero. O meia, que já vestiu a camisa do Santos, está recuperado de dores musculares e deve ser titular da equipe.

Desta forma, Barroca deve escalar o time carioca com a seguinte formação: Gatito; Marcinho, Carli, Gabriel e Gilson; Cícero, Alex Santana e João Paulo; Erik, Luiz Fernando e Diego Souza.