Ricardo Oliveira é o homem de referência do ataque atleticano (Crédito: Bruno Cantini/Atlético-MG)

O jogo deste domingo entre Atlético-MG e Santos marcará o reencontro do Peixe com o atacante Ricardo Oliveira. Depois de voltar ao clube e defendê-lo por três anos, o atleta não aceitou as condições de renovação oferecidas a ele pela nova diretoria santista e deixou a Vila Belmiro em dezembro passado.

Ídolo da torcida alvinegra, o centroavante deixou saudades, principalmente porque o Santos não conseguiu desde o início do ano contratar um outro jogador para a posição. As opções do elenco não corresponderam e a busca por um goleador se arrasta há meses.

Ricardo Oliveira é nome certo na equipe do Atlético para o jogo deste domingo, às 11h, no Estádio Independência. Além do centroavante, a equipe mineira terá outro jogador muito experiente, o zagueiro Leonardo Silva. Ele foi poupado de algumas atividades nesta semana por ter uma inflamação na orelha (resultado de um corte sofrido no jogo contra o Internacional), mas está liberado pelo departamento médico do clube.

Dessa forma, o técnico Thiago Larghi deverá escalar o Atlético com a seguinte formação: Victor; Emerson, Gabriel, Leonardo Silva e Hulk; José Welison, Elias, Nathan e Tomás Andrade; Chará e Ricardo Oliveira.

A equipe mineira soma 27 pontos no Campeonato Brasileiro e ocupa a quinta colocação. Diferentemente do Santos, que também disputa a Libertadores da América e a Copa do Brasil, o Atlético tem apenas o Brasileirão no segundo semestre (foi eliminado da Copa do Brasil pela Chapecoense e da Copa Sul-Americana pelo San Lorenzo). Na última rodada, em Belo Horizonte, o time foi derrotado pelo Inter por 1 a 0.