E o primeiro gol do Santos no Brasileirão 2018 foi de…

Por | 2018-04-15T11:28:40+00:00 15 de abril de 2018, 11:28 |

Dodô acredita que o primeiro gol do Peixe no Brasileirão foi seu (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

A súmula da partida entre Santos e Ceará precisa ser entregue pelo árbitro Rodrigo D’alonso Ferreira à CBF até segunda-feira e o autor do primeiro gol santista na vitória por 2 a 0 ainda não tem dono. Até o fim dos 90 minutos, a confirmação no estádio era de que o gol era contra do zagueiro Pio, mas no final do jogo o lateral Dodô conversou com o juiz e revelou que o gol ainda pode ser dado para ele.

No momento do lance, o lateral comemorou o gol de forma tímida. Já nos vestiários, antes de falar com a imprensa e narrar sua visão de toda a jogada, Dodô usou mais uma vez as suas redes sociais para brincar ao colocar a frase “gol do pai” com um emotion de dúvida. O post fez com que torcedores do Peixe e fãs do atleta imediatamente lançassem a campanha #dáogolprododô.

“O (Daniel) Guedes fez a jogada na linha de fundo, cruzou a bola forte, o Rodrygo tentou finalizar de letra e acabou furando, e eu, no reflexo, finalizei com a coxa direita. A bola acabou encobrindo o goleiro e o Pio e a minha impressão foi que não encostou no Pio antes de entrar, acabou entrando e depois o goleiro já lá dentro do gol tentou tirar e acabou pegando no zagueiro deles. Tenho esperança deles darem o gol pra mim. Conversei com o juiz no final do jogo e ele ainda não tinha colocado nada na súmula. Já perguntei ali e falaram que a súmula sai na segunda-feira e tem que esperar até lá”, comentou o atleta, que brincou e pediu força ao torcedor na sua batalha pelo gol: “Vamos subir a hashtag para ver se dá uma ajuda”, disse aos risos.

Contratado no final do mês de fevereiro, Dodô rapidamente se adaptou ao Santos. Dentro de campo coleciona boas atuações e fez os mais saudosistas esquecerem Zeca, virando titular absoluto do time de Jair. Fora dele, seu jeito geek e extrovertido conquista cada vez mais os torcedores. O atleta comemora esse seu novo momento na carreira após ficar um período em que foi pouco utilizado na Sampdoria, da Itália.

“Tem sido bem legal, tenho me divertido bastante, seja dentro de campo, do modo como gosto de jogar, pra frente, e também fora dele. A torcida do Santos tem um senso de humor bem bacana. Não adianta nada eu fazer as brincadeiras e o pessoal não aceitar bem. Tem tido esse relacionamento bom e espero que continue. Sabemos que isso depende muito dos resultados e a gente está dando o máximo para que esse ambiente seja sempre leve e descontraído”.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Deixar um Comentário