Em noite apagada, ninguém se salva no Santos no Pacaembu

Por | 2019-03-15T22:37:34+00:00 15 de março de 2019, 22:36 |

Jean Mota, como todo o time, não teve boa atuação, mas foi o que mais tentou o gol adversário (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

O Santos fez uma de suas piores partidas do ano, sem brilho, sem criatividade e não conseguiu superar um adversário bem postado em campo, que sabia exatamente o queria e o que fazer. Cueva e Soteldo decepcionaram mais uma vez, num time que não teve destaques.

Veja as notas do DIÁRIO DO PEIXE.

Vanderlei – Sempre sofrendo ao jogar com os pés, quando não inspira segurança. Sem culpa no gol. Nota 6,0

Victor Ferraz – Foi facilmente driblado no gol do Novorizontino. Apareceu pouco no ataque. Nota 5,5

Luiz Felipe – Atuação correta. Sofreu com os atacantes do Novorizontino, mas não comprometeu. Nota 6,0

Felipe Aguilar – Alguma dificuldade para acompanhar a velocidade dos atacantes do Novorizontino. Errou pouco, atuação discreta. Nota 6,0

Felipe Jonatan – Foi bem na defesa, mas apareceu pouco no apoio. Nota 5,5

Diego Pituca – Correu muito, esteve em todas as partes do campo, mas sofreu com a marcação do adversário e pouco ajudou no ataque. Nota 6,0

Cueva – Tentou se apresentar para jogar, mas não conseguiu criar muito. Perdeu gol feito no primeiro tempo. Apagado. Nota 4,5

Felippe Cardoso – Não se fez notar em campo, exceto quando perdeu duas boas chances de gol. Nota 5,0

Carlos Sánchez – Participativo, mas sem mostrar a mesma eficiência de antes. Mais uma partida sem brilho do uruguaio. Nota 5,5

Jean Mota – O mais lúcido do meio-campo, mesmo sem brilhar. Faltou o último passe e a finalização correta. Nota 6,5

Rodrygo – Um dos poucos destaques do time. Fez um bom primeiro tempo, criando boas jogadas de gol. Caiu no segundo tempo. Nota 6,5

Eduardo Sasha – Jogou 15 minutos e pouco fez. Sem Nota.

Soteldo – Apagado, pouco apareceu e foi presa fácil da defesa do Novorizontino. Nota 4,5

Copete – Jogou pouco mais de 25 minutos e fez mais que Soteldo. Muita correria, mas faltou finalizar. Nota 5,5

Jorge Sampaoli – Escalou o que tinha de melhor, mas todos os adversários tentam antídotos ao esquema do Santos, alguns com sucesso. Nota 5,0

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Deixar um Comentário