Emily Lima não fala sobre seleção: “Não sei e não quero saber”

Por | 2018-03-09T15:11:00+00:00 9 de março de 2018, 15:11 |

Desgastada com a CBF desde sua demissão da seleção brasileira em setembro do ano passado, a técnica Emily Lima não quis comentar o fato de o atual treinador da equipe nacional, Vadão, não ter convocado nenhuma jogadora do Santos, atual campeão brasileiro e vice paulista: “Não sei e não quero saber”, diz a treinadora das Sereias da Vila, em entrevista exclusiva ao DIÁRIO DO PEIXE.

“Não sei o que acontece. Se foi uma opção dele, foi melhor para nós, já que não atrapalhou nossa preparação”, limitou-se a dizer Emily, que dirigiu a seleção entre novembro de 2016 e setembro de 2017, quando foi demitida pelo coordenador técnico da modalidade, Marco Aurélio Cunha.

A saída da treinadora provocou a revolta de algumas jogadoras importantes, que anunciaram que não defenderiam mais a seleção brasileira em sinal de protesto pela decisão da CBF. De acordo com Emily Lima, a não-convocação não mexeu com o ânimo das atletas “selecionáveis” do Peixe.

“Claro que uma convocação é sempre importante para as jogadoras e também para o clube, mas sinto que todas estão muito tranquilas em relação a isso”, afirmou a treinadora.

O Santos se prepara para estrear no Campeonato Paulista, que tem início no próximo dia 25 de março. As Sereias da Vila estreia contra o São José, em São José dos Campos. Confira a tabela aqui.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

2 Comentários

  1. Julio cesar 9 de março de 2018 em 15:37 - Responder

    Foda se a seleção

  2. Antonio Ferdinando Zanardi 19 de março de 2018 em 12:17 - Responder

    Foda-se ao quadrado , junto com o Vadão e o Tampinha M Aurélio

Deixar um Comentário