O volante Jean Lucas foi um dos destaques do Santos na partida contra o Palmeiras (Crédito: Ivan Storti/SantosFC)

O Santos contou com atuações destacadas do goleiro Everson, do zagueiro Gustavo Henrique e do volante Jean Lucas no empate em 0 a 0 contra o Palmeiras neste sábado, no Allianz Parque, em São Paulo, pelo Campeonato Paulista. Em compensação, o meia peruano Cueva teve uma partida bastante discreta. Veja a avaliação do DIÁRIO.

Everson – Grande atuação com os pés e com as mãos. Fez uma defesa milagrosa em cabeçada de Dudu e outra em cabeçada de Gustavo Gomez. Nota 8,0

Matheus Ribeiro – Não comprometeu na defesa, mas pouco apareceu quando o Santos estava com a bola. Nota 5,5

Gustavo Henrique – Salvou um gol de Borja em cima da linha e ganhou quase todos os duelos individuais durante o jogo, aparecendo sempre no momento e lugar certos. Nota 8,0

Felipe Aguilar – Foi preciso em muitos desarmes. Em um deles, no segundo tempo, evitou gol do Palmeiras na hora H. Nota 6,5

Copete – Fez um primeiro tempo muito ruim, mas melhorou no segundo e também evitou um gol em cima da linha. Nota 5,5

Yuri – Deu diversos sustos na torcida. Em um deles, no segundo tempo, entregou a bola no pé do adversário na entrada da área. Nota 4,5

Jean Lucas – Um dos melhores em campo. Foi eficiente na marcação e ainda apareceu com perigo no ataque. Estava no lance do pênalti não marcado. Nota 7,5

Diego Pituca – Não apareceu tanto quando Jean Lucas, mas fez um trabalho importante no meio-campo. Nota 6,0

Carlos Sánchez – Entrou um pouco fora de sintonia e errou passes importantes em contra-ataques do Peixe. Nota 5,0

Cueva – Muito discreto em campo. No primeiro tempo apareceu pouco e mal. No segundo foi mais burocrático. Nota 5,0

Orinho – Jogou pouco tempo. Sem nota.

Rodrygo – Criou algumas boas jogadas, mas muitas vezes parecia isolado no ataque. Nota 6,0

Derlis González – Não repetiu as últimas boas partidas. Teve dificuldade nos duelos 1 contra 1. Nota 5,5

Jean Mota – Entrou com um time um pouco desequilibrado e não teve muita participação na partida. Nota 5,5

Jorge Sampaoli – Poupou quatro dos jogadores mais importantes do time e conseguiu atuar de igual para igual com o atual campeão brasileiro fora de casa. Nota 7,0