Cuca está incomodado com algumas decisões da diretoria do Santos (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

O técnico Cuca está incomodado com algumas decisões tomadas pelo Santos nas últimas semanas e cogita pedir demissão do cargo nos próximos dias. A diretoria do clube tenta convencer o treinador a permanecer.

A insatisfação de Cuca começou por não poder contar com o volante Elias, que chegou a treinar no clube, mas acertou com o Bahia, com a desistência da contratação do volante José Welisson, do Atlético-MG, e a impossibilidade de contar com o atacante Copete. Ele não escondeu a reclamação após a derrota diante do Atlético-GO na última quarta-feira.

O treinador também não gostou do desfecho da contratação do atacante Robinho. Na quarta-feira, como informou a Gazetaesportiva, Cuca chegou a relacionar o atacante para o jogo contra o Atlético-GO e tentou convencer o presidente Orlando Rollo a tentar uma autorização virtual do Conselho Deliberativo para utilizar o jogador, que teve o contrato suspenso nesta sexta.

A gota d’água para Cuca foi a contratação do ex-zagueiro Marcelo Fernandes, que passará a ser auxiliar técnico do clube a partir da próxima semana. Marcelo foi auxiliar técnico do Santos entre 2011 e 2017, assumiu o clube em 2015 e foi campeão paulista. Ele estava trabalhando como auxiliar técnico do time sub-23 do Corinthians.

O presidente Orlando Rollo decidiu fazer uma reformulação no departamento de futebol do clube. Como o DIÁRIO antecipou, o ex-zagueiro Márcio Santos vai ser o novo gerente de futebol do Santos. Ele, inclusive, já viajou para Curitiba para acompanhar a partida desta noite contra o Coritiba, pelo Brasileirão.