Jean Mota fez o único gol da vitória sobre a Ferroviária, no sábado (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

Autor do gol da vitória do Santos sobre a Ferroviária por 1 a 0, no último sábado, Jean Mota caiu nas graças da torcida alvinegra, que gritou “Jean Messi” das arquibancadas. O meia ficou feliz com o reconhecimento de sua entrega em campo e aprovou as brincadeiras nas redes sociais, mas ressaltou que pretende manter os pés no chão.

“Não, isso aí nem se compara (com Messi). Fico feliz pela torcida reconhecer o meu trabalho, mas não tem nem comparação. Fico feliz por eles reconhecerem a entrega e por ter sido coroado com o gol. Deixo as brincadeiras para a torcida, para não subir à cabeça nesses momentos bons. Deixo os apelidos para a torcida”, disse.

Segundo o meia, os jogadores precisam ter maturidade para saber lidar com as brincadeiras tanto quanto com as críticas que surgem nos momentos ruins.

“Futebol é assim, brincadeira em momento bom e crítica no momento ruim. Tenho de saber lidar, tem muita coisa ainda. Que eu possa dar alegrias à torcida para que continuem brincando no Twitter.”

A página oficial do Santos na rede social também brincou com o meia e lançou a hashtag “#nuncacritiquei” logo após a partida de sábado. Com a chegada de Sampaoli ao Santos, o jogador é titular do Peixe desde o primeiro treino e iniciou bem a temporada. Em 2018, foram 42 jogos e apenas dois gols.