Marcelo Teixeira se reúne com Peres e Rollo por paz no Santos

Por | 2018-10-10T00:47:15+00:00 10 de outubro de 2018, 8:00 |

Marcelo Teixeira conversou com os mandatários na Vila Belmiro na noite da última terça-feira (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

O presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Teixeira, acompanhado do restante da Mesa Diretiva, se reuniu na noite da última terça-feira com o presidente José Carlos Peres e o vice Orlando Rollo em uma tentativa de “selar a paz” no Santos.

Segundo relatos de pessoas que participaram do encontro, a reunião foi calma, mesmo após a guerra aberta entre os dois mandatários explodir durante o processo de impeachment de Peres, que culminou na Assembleia Geral de Sócios que votou pela permanência do atual presidente.

Os representantes do Conselho Deliberativo pediram diálogo entre as partes para que a imagem do clube não fosse mais prejudicada com os desgastes na presidência. Também foi pedido que respeitem o Estatuto e a confiança dos sócios que votaram na chapa. Após a conversa, presidente e vice deixaram a sala para uma conversa particular.

“Está tudo em ordem no clube, estamos caminhando. Ele não reclamou de nenhuma demissão. Nós delimitamos bem as funções e ele não cuidará mais de nenhum departamento no clube, apenas irá para as reuniões do Comitê de Gestão e terá direito a um voto como os outros”, disse o presidente Peres ao Diário do Peixe.

“Nunca tive problema pessoal com o presidente, as divergências sempre foram administrativas. Continuo como membro do CG e vamos apoiar para o bem do Santos. Quando for bom para o clube, apoio. Quando não, reprovo, sem polêmica. Tem muita gente querendo polêmica, tanto do meu grupo quanto do presidente, às vezes os problemas são criados”, explicou Rollo ao Diário.

O vice-presidente também comentou o fato de ter deixado o grupo de WhatsApp do Comitê de Gestão. Ele disse que não vê problemas nisso e que sai de “10 grupos por dia”. Segundo ele, as discussões são subjetivas.

“Exemplo: vamos contratar atleta, são a favor? Sim, mas não pode se ater a sim ou não, tem que ter números e uma infinidade de coisas. Não é simples. Presidente quer me colocar de volta, mas não preciso fazer parte do grupo, pode me chamar e passar as deliberações que eu converso com ele. Falei em particular e ele disse que me passaria tudo por telefone ou Whatsapp. Posso até voltar para o grupo, mas o problema não é esse”, disse.

Marcelo Teixeira foi o primeiro a deixar a Vila Belmiro juntamente com os demais membros da Mesa. Peres foi embora minutos depois acompanhado pelos seguranças particulares. Já o vice Orlando Rollo demorou mais e foi o último a deixar o estádio.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Deixar um Comentário