Marinho é o artilheiro do Santos na temporada 2020 (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

Principal destaque do Santos na atual temporada, o atacante Marinho participou na noite dessa segunda-feira do programa Bem Amigos, do canal SporTV. E um dos temas que o jogador comentou foi sobre o técnico Cuca.

O treinador assumiu a equipe do Peixe dias antes do início do Brasileiro. A equipe vinha de uma eliminação em casa no Paulistão para a Ponte Preta e desacreditada pela torcida, além dos diversos problemas extracampo, como salários atrasados, atletas na justiça, dívidas na Fifa, entre outros fatos. Hoje, o Peixe está oito jogos sem perder, contando partidas do Brasileirão e Libertadores.

Para Marinho, o papel do treinador é tão importante que Cuca virou “praticamente o presidente”.

“O Cuca é um pai para mim. Depois que ele chegou no Santos, virou praticamente nosso presidente. Ele entrou, mudou tudo, ajeitou a casa. Temos tanta dificuldade. O clube sem dinheiro, sem contratar. A gente sem receber. O Cuca mudou muita coisa. Eu não gosto de me meter muito em política, não seria a pessoa certa para falar, mas é como falei: ele (Cuca) é o nosso presidente. Tinha muita coisa errada que não conseguíamos resolver. Todo mundo esperava pelo menos alguém vir falar para a gente”, comentou Marinho.

O presidente do Santos, José Carlos Peres, foi afastado nessa segunda do cargo após ter suas contas reprovadas pelo Conselho Deliberativo. Orlando Rollo assume o clube até que seja realizada a reunião sobre o impeachment de Peres.

No período sem jogar devido o coronavírus, Marinho chegou a se manifestar por meio de uma rede social sobre os cortes de salários no Santos. Sem entrar em acordo com o elenco, Peres diminuiu em 70% os vencimentos dos atletas. Depois de escrever protestando sobre o assunto, o jogador apagou o post.