José Carlos Peres foi suspenso por 15 dias pelo STJD por críticas ao VAR (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

O presidente do Santos, José Carlos Peres, foi suspenso por 15 pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por críticas feitas pelo dirigente ao VAR no programa Estádio 97, em outubro. Foi a pena mínima do artigo em que o presidente foi julgado, em reunião que aconteceu na manhã desta sexta-feira, no Rio de Janeiro.

José Carlos Peres foi ao Rio de Janeiro e prestou depoimento no julgamento. Ele disse ter ficado até surpreso com a repercussão da declaração que fez ao programa. O presidente do Santos teve a mesma punição dado ao presidente do Palmeiras, Maurício Galliotte, também por críticas feitas ao VAR.

No período da suspensão de José Carlos Peres, a presidência do Santos pode ser ocupada por Orlando Rollo, que teve a volta ao cargo de vice-presidente autorizada em reunião do Conselho Deliberativo na última terça-feira.