Próximo de renovar, Cittadini agradece a Jair pela confiança

Por | 2018-04-15T11:20:43+00:00 15 de Abril de 2018, 10:22 |

Cittadini foi um dos destaques da vitória do Peixe na estreia do Brasileirão 2018 (Crédito: Ivan Storti/Santos FC)

Na vitória do Santos contra o Ceará por 2 a 0 na noite desse sábado, a surpresa do técnico Jair Ventura para a partida foi o retorno do meia Léo Cittadini ao time titular. O último jogo que o atleta havia iniciado entre os 11 tinha sido contra o Botafogo, pelas quartas de final do Paulistão, quando a equipe santista conseguiu a classificação nos pênaltis. Até então, o jogador vinha de cinco partidas seguidas como titular, mas uma lesão na coxa esquerda acabou forçando sua saída da equipe e o veterano Renato, que ficou com a vaga nos jogos seguintes, vinha de boas apresentações.

Atuando mais uma vez com segundo volante, Cittadini fez contra a equipe cearense uma de suas melhores apresentações com a camisa do Peixe. Além de combater na defesa, o jogador atuou não só na armação como também por diversas vezes esteve próximo de marcar, aparecendo até como elemento surpresa na área para cabecear uma bola que passou rente ao travessão.

“(Na carreira) Comecei jogando mais avançado, chegando mais à frente. Tive uma adaptação de segundo volante e o professor Jair vem dando confiança, falando que quando tiver liberdade, atacar, chegar mais no gol, finalizar. E puder fazer isso, mas infelizmente não consegui fazer o gol, mas é continuar trabalhando que já já a bola entra. Me senti bem, seguro. Senti um pouco de cansaço no final do jogo, o que é normal porque fiquei duas semanas parado, só com uma semana de treino, mas acredito que fiz um bom jogo” disse o jogador.

Na Vila desde 2012, Cittadini vive seu maior momento na carreira. O jogador completou contra a equipe cearense 66 jogos pelo clube, mas a temporada 2018 marca definitivamente a ascensão do atleta, que se tornou peça fundamental no time atual do Santos ao lado de Alison no meio campo. E segundo o jogador, há um responsável direto pelo crescimento de seu futebol: o técnico Jair Ventura.

“Todo jogador precisa de sequência. Eu vinha trabalhando, vinha dando o meu melhor, mas não vinha tendo a sequência até pelos jogadores que tínhamos no elenco, Lucas Lima, Thiago Maia, o próprio Renato. Então teve uma reformulação no elenco, o professor Jair chegou também, me passou total confiança, me deu oportunidade para mostrar um pouco mais do meu futebol, adquirindo mais confiança jogo a jogo, então a participação dele é fundamental para o meu crescimento”, explicou o meia, que tem contrato com o Peixe até o final do ano e já discute a renovação. A vontade do atleta é uma só, permanecer na Vila Belmiro por mais alguns anos.

“Eu deixo esse assunto de renovação com o meu empresário, meu foco total é jogar, evoluir e procurar ajudar o Santos da melhor maneira. Mas já existe uma conversa e eu acredito que nos próximos dias já devemos acertar e finalizar da melhor maneira possível. Mas já evoluiu, foram várias conversas realizadas e faltam acertar alguns pequenos detalhes, mas está tudo certo, bem encaminhado, e acredito que tudo vá resolver da melhor maneira. Minha vontade é de permanecer no Santos”.

2 Comentários

  1. Carlos Silva 15 de Abril de 2018 em 11:06 - Responder

    Confesso que não acreditava muito nesse jogador, mas está sendo uma grato uma surpresa com o Jair no comando.

    Espero que mantenha esse nível e que esse bom futebol não tenha relação apenas com a renovação de contrato.

  2. Felipe sv 15 de Abril de 2018 em 11:36 - Responder

    De verdade não consigo ver esse futebol no Citadine, não marca, não arma jogada não finaliza de verdade para um jogador de vinte e poucos anos acho ele muito fraquinho até fisicamente

Deixar um Comentário