Sereias da Vila foram campeãs da Copa Paulista (Crédito: Pedro Ernesto Guerra Azevedo)

Após um desmanche no elenco no final de 2019, as Sereias da Vila passaram por uma reformulação em 2020 e a diretoria do Santos trouxe Cristiane, Thaisinha e outros nomes de peso para a equipe. De interino a efetivado, Guilherme Giudice passou a comandar as Sereias. Com um campanha brilhante no Campeonato Brasileiro Feminino A-1 na primeira fase, o Peixe sentiu dificuldade quando enfrentou clubes mais fortes.

Na vice-liderança do Brasileirão Feminino, o Santos pegou o São Paulo nas quartas de final da competição e foi eliminado. No Campeonato Paulista Feminino, a equipe teve um bom ínicio, mas um surto de Covid entre as atletas que levou até W.O acabou prejudicando e as Sereias se classificaram com a pior campanha.

Conheça o canal do Diário do Peixe no Youtube! Clique aqui.
Siga o Diário do Peixe no Twitter e no Instagram!

Nas quartas de final do Paulistão, a equipe enfrentou o Corinthians com a melhor campanha. Apesar de as Sereias terem se recuperado no jogo de volta, o rival levou a melhor no placar agregado e avançou para a semifinal. Contudo, a eliminação no Paulista cedeu vaga para a Copa Paulista. Competição em que as Sereias foram guerreiras, venceram o São José nas semis, bateram o São Paulo nos pênaltis e se consagraram campeãs da Copa Paulista, título inédito na história.

A temporada foi marcada por lesões, Brena desfalcou a equipe durante a temporada se recuperando do joelho, assim como Cristiane que ficou parada por um mês com fascite plantar e Thaisinha que passou por cirurgia ainda na reta final, não conseguiu participar do título.

Contudo, apesar da temporada não ter sido gloriosa, o ano das Sereias foi marcado pelos destaques das Sereinhas que se destacaram e aquelas que subiram para o profissional. As Sereinhas venceram a Ferroviária e foram Campeãs Paulistas na categoria sub-17. bém.

Destaque

Ketlen chegou aos 100 gols pela camisa do Santos, teve seu rosto pintado no muro e passou a ser a primeira mulher no muro do CT Rei Pelé. Cristiane também terá pintura. Sereinhas foram destaque e salvaram o Santos, assim como no masculino. Giovanna Fernandes superou a marca da Ketlen e estreou no profissional com apenas 15 anos.

Problema

Lesões marcaram a temporada, Brena, Cristiane, Thaisinha, Tainara entre outras desfalcaram a equipe ao longo do ano. Na reta final da fase de grupos do Paulistão Feminino houve um surto de Covid entre as atletas, sem número suficiente de jogadoras a partida diante o São José foi cancelada e a FPF cedeu a vitória para o adversário pelo placar de 3 a 0.

Jogo chave

A partida diante o Minas Icesp na Arena Barueri ainda em setembro pelo Campeonato Brasileiro foi emocionante, em um contra-ataque das Sereias no final do jogo, Ketlen marcou o centésimo gol pelo Santos e foi um golaço. A maior artilheira na história das Sereias da Vila comemorou e se emocionou muito.

Campanha

Brasileirão Feminino

  • 08/02 – Santos 4 x 0 Flamengo
  • 13/02 – Iranduba 0 x 3 Santos
  • 17/02 – Santos 2 x 0 Cruzeiro
  • 01/03 – Grêmio 0 x 2 Santos
  • 26/08 – Santos 5 x 0 Audax
  • 30/08 – Avaí Kindermann 2 x 1 Santos
  • 06/09 – Santos 2 x 1 São Paulo
  • 09/09 – São José 2 x 3 Santos
  • 13/09 – Santos 2 x 0 Minas Icesp
  • 24/09 – Palmeiras 2 x 1 Santos
  • 27/09 – Santos 6 x 0 Ponte Preta
  • 30/09 – Internacional 0 x 2 Santos
  • 05/10- Santos 1 x 2 Ferroviária
  • 11/10 – Santos 1 x 0 Vitória
  • 14/10 – Corinthians 1 x 0 Santos
  • 28/10 – São Paulo 0 x 0 Santos
  • 01/11 – Santos 0 x 2 São Paulo

Paulistão Feminino

  • 18/10 – Santos 3 x 0 Nacional
  • 21/10 – Corinthians 3 x 1 Santos
  • 24/10 – Santos 4 x 0 Juventus
  • 05/11 – Taubaté 1 x 1 Santos
  • 11/11 – Santos 0 x 3 São José (W.O)
  • 19/11 – Santos 2 x 5 Corinthians
  • 27/11 – Corinthians 0 x 2 Santos

Copa Paulista

  • 02/12 – Santos 3 x 1 São José
  • 07/12 – São José 3 x 4 Santos
  • 13/12 -Santos 2 x 0 São Paulo
  • 19/12 – São Paulo 2 x 0 Santos