Santos terá licitação para ingressos e Sócio Rei neste mês

Por | 2018-11-08T21:11:10+00:00 8 de novembro de 2018, 21:00 |

O executivo de comunicação e marketing do Santos, Marcelo Frazão, explicou ao DIÁRIO as mudanças na venda de ingressos e programa Sócio-Rei (Crédito: Divulgação)

Depois de romper o contrato com a Redegol para a venda de ingressos nas partidas do clube, o Santos fará uma licitação ainda no mês de novembro para encontrar uma nova empresa para, além da venda das entradas, fazer a administração do programa Sócio Rei. O anúncio da concorrência deve ser feito nos próximos dias e a expectativa do clube é que o novo fornecedor inicie a prestação do serviço ainda neste ano.

Depois de diversos problemas com a venda e acesso aos jogos nesta temporada, a Redegol foi descredenciada pela Federação Paulista de Futebol para a venda de ingressos no Estado. Com isso, o Santos acertou emergencialmente com a Futebolcard, que assumiu a responsabilidade desde o clássico contra o Corinthians.

“Após o descredenciamento da Redegol pela FPF, clube e fornecedora não entraram em acordo para a rescisão dos contratos e tal relação está sendo tratada pelo nosso departamento jurídico. Estamos em uma fase de transição nesse final de ano, operando em um regime de emergência para manter a venda de ingressos para o público geral e sócios. É um período transitório até a definição, através de concorrência, do novo fornecedor para o serviços de bilheteria, acesso e administração do programa de sócios”, afirmou o executivo de comunicação e marketing do Peixe, Marcelo Frazão.

Nos últimos jogos, alguns torcedores relataram problemas na compra de ingressos pela Futebolcard. Já os sócios tiveram que se adaptar a um novo modelo de compra e alguns tiveram dificuldade com o processo. Por isso, nesta semana, o Santos divulgou em seus canais oficiais uma espécie de cartilha para os torcedores conseguirem formalizar a compra de ingressos (veja abaixo).

“Lamentamos os transtornos que essa mudança abrupta causa necessariamente ao torcedor e em especial ao sócios, mas acreditamos que conseguimos, mesmo de forma provisória, manter o benefício de desconto para o sócio na compra de ingressos e contornar a impossibilidade atual de uso dos cartões normalmente utilizados para acesso”, explicou Frazão.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Um Comentário

  1. Amaral Junior Santos 9 de novembro de 2018 em 12:39 - Responder

    Esse Frazão é um bandido. Parece que ele influenciou o Santos a gerar situações para os jogos darem problemas e tirarem a Redegol, inclusive realizando manobra com a FPF para gerar o descredenciamento. Tudo político para realizarem a quebra de contrato e tirarem a empresa Redegol. Tudo para trazer as empresas que ele tem relação lá do Flamengo (de onde ele veio). Cadeia nesses sujos que acabam com o nosso Santos por conta dos seus interesses pessoais.

Deixar um Comentário