Sereias da Vila fazem parceria para as categorias de base

Por | 2018-11-02T14:23:17+00:00 2 de novembro de 2018, 14:23 |

O projeto Meninas em Campo vai dar espaço para as meninas se desenvolverem no futebol feminino (Crédito: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)

O time feminino do Santos anunciou nesta quinta-feira (1º/11) uma parceria com o projeto Meninas em Campo, com objetivo de desenvolver as categorias de base do futebol feminino do clube. O acordo foi assinado pelo presidente do Peixe, José Carlos Peres, e o diretor do Colégio Santa Cruz, Fábio Aidar, responsável por desenvolver o projeto em conjunto com a USP (Universidade de São Paulo).

O projeto Meninas em Campo não tem fins lucrativos e visa não apenas formar atletas para a prática do futebol feminino, mas também contribuir com a formação de cidadãs, criando mais um espaço para as meninas se desenvolverem no esporte.

Com a parceria, as jogadoras do projeto poderão ter a chance de atuar com a camisa dos Santos. Atualmente, a equipe sub-17 das Sereias da Vila, que está disputando o Campeonato Paulista da categoria, é formada por atletas atendidas pelo projeto “Meninas em Campo”.

“É um orgulho muito grande para o Santos fazer parte de um trabalho como esse. O desenvolvimento das categorias de base do futebol feminino é necessário. As meninas precisam de uma formação e ajudar isso de algum jeito é muito gratificante”, afirmou o presidente santista.

A coordenadora de Futebol Feminino da FPF (Federação Paulista de Futebol), Aline Pellegrino, comemorou a parceria. “Estamos abrindo a porta para 60 meninas não apenas para o futebol, mas para a vida. A minha avó não podia jogar futebol, e hoje a gente vê essas coisas acontecendo. É muito emocionante. O Santos está sendo pioneiro mais uma vez e vai servir de exemplo para que outras equipes sigam esse mesmo caminho. Espero que em alguns anos a gente olhe para trás e veja como essa iniciativa fez diferença no futebol feminino.”

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Um Comentário

  1. Ademir 2 de novembro de 2018 em 17:58 - Responder

    Só posso parabenizar o Santos pela iniciativa

Deixar um Comentário