Ricardo Oliveira anunciou sua aposentadoria dos gramados (Créditos: Reprodução)

Ídolo do Santos, o atacante Ricardo Oliveira anunciou hoje, aos 43 anos, que deixou os gramados e pendurou oficialmente as chuteiras. Com duas passagens pelo clube, o “Pastor artilheiro” marcou 92 vezes em 173 partidas disputadas com a camisa santista.

Ricardo Oliveira chegou ao Santos pela primeira vez em 2003, vindo da Portuguesa, para substituir o centroavante titular no título do Campeonato Brasileiro de 2002, Alberto. O jovem firmou-se como o principal atacante da equipe, e ajudou o alvinegro a chegar à final da Copa Libertadores da América. Participou também da campanha do vice no Campeonato Brasileiro de 2003. Deixou o Peixe após atuar nas finais da Libertadores contra o Boca Juniors.

Já na segunda passagem, em 2015, Ricardo vinha desacreditado, após passar 4 anos entre Al-Jazira e Al Wasl. Foi até o fim do Campeonato Paulista de 2015, em um contrato de produtividade. Após os bons primeiros meses no clube, foi artilheiro do Campeonato Paulista daquele ano. Renovou o contrato com o Santos até o final de 2017.

Com mais boas atuações, o RO9 chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira depois de oito anos, e marcou gol nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Em 2015 ainda foi artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 20 gols marcados.

Ao todo na sua carreira, Ricardo Oliveira disputou 800 jogos e assinalou 390 gols.

A homenagem do Santos ao centroavante:

Artilheiro, líder e ídolo. A carreira de Ricardo Oliveira como jogador de futebol chegou ao fim, mas nossa gratidão pelo Pastor Artilheiro é eterna.

A figura de Ricardo Oliveira vai além dos seus grandes feitos como futebolista. Ricardo Oliveira é um exemplo de superação. De um menino que nasceu na pobreza e, pelo futebol, transformou não só sua vida, mas de todos ao seu redor. Não é por acaso que o atleta sempre foi espelho para tantas pessoas que teve ao seu lado, principalmente no Santos Futebol Clube.

Obrigado por tudo, RO9! Você é um ícone para toda uma nação santista. Boa sorte em seus próximos desafios e vai pra cima deles!

Leia também: