Conversa entre Sampaoli e Milito teria durado cinco horas (Crédito: Ivan Storti/SantosFC)

O Diário Olé, o principal jornal de esportes da Argentina, publicou uma matéria  neste sábado com diversas informações de bastidores do encontro entre o diretor esportivo do Racing, Diego Milito, e o técnico Jorge Sampaoli, na última quarta-feira, no Brasil.

De acordo com o jornal, Diego Milito ficou impressionado com o conhecimento do treinador sobre o futebol argentino atual e, especialmente, sobre o Racing. É o mesmo tipo de comentário feito pelo presidente José Carlos Peres sobre os primeiros contatos com Sampaoli no ano passado “ele conhece até os jogadores das categorias de base”.

A reunião entre Milito e Sampaoli teria durado 5 horas, de acordo com o Olé. E o técnico teria avisado ao diretor do Racing que o elenco tem carências. Ele gostaria de repetir o esquema utilizado atualmente no Santos, o 4-3-3, mas apontou a falta de extremos (pontas) no elenco do time. Os jogadores de ataque do Racing não tem as mesmas características de Soteldo e Marinho, por exemplo.

Leia também: Santos entre a luz e a escuridão em uma possível saída de Sampaoli

O Racing agora estaria preparando um plano financeiro para oferecer ao treinador. Este seria o principal receio do clube antes de iniciar as conversas, de não ter condições de pagar os salários de Sampaoli e sua comissão, mas, de acordo com o Olé, pessoas do clube acreditam que não será uma barreira: “Se Sampaoli decidir vir, dinheiro não será problema”.

O plano financeiro que estaria sendo desenvolvido pelo Racing envolveria três partes: os salários da comissão técnica, o valor para o investimento em reforços e a continuidade do elenco atual.