Peres revela estudo para acabar com problema das cativas

Por | 2018-09-19T10:01:30+00:00 19 de setembro de 2018, 9:59 |

Vila Belmiro teve ingressos esgotados nos últimos três jogos (Crédito: Reprodução)

Apesar de ter esgotado a carga de ingressos a venda nos últimos três jogos na Vila Belmiro, contra Sport, Bahia e São Paulo, o Santos ainda enfrenta um problema quando joga em seu estádio: as cadeiras cativas. Da capacidade total de 16 mil pessoa, as cativas representam cerca de 4,5 mil e não podem ser comercializadas.

O presidente José Carlos Peres, no entanto, quer acabar com esse problema. Segundo o mandatário, as cativas que forem devolvidas ao clube não serão mais comercializadas (de forma definitiva) indo para a bilheteria. Além disso, há um estudo para viabilizar a venda das cadeiras.

“Temos cadeiras em atraso, 1.000 ou 1.500, estamos colocando para esses casos os ingressos à venda. Quando é devolvida uma cadeira, nós não colocamos mais à venda, acontece desde janeiro. Se torna ativo do clube, colocamos placa Santos e vai para a bilheteria. Muitas voltarão e em paralelo fazemos um estudo para quem tiver cadeiras cativas: um prazo para vir para o jogo ou não. E aí bonificariam quem cede por cortesia, dá pontos para descontos nos produtos, ingressos. É importante estarem cheias e será bom um dia que seja tudo do Santos”, explicou Peres.

O maior público da Vila Belmiro no ano foi exatamente no clássico contra o São Paulo, quando as cativas tiveram uma presença maior do que nos outros jogos: 13.488 pessoas.

  • Comentar via Facebook
  • Comentar via Diário
Carregando comentrios...

Um Comentário

  1. Francisco 19 de setembro de 2018 em 15:57 - Responder

    Sabe porque sempre tem cadeira cativa vazia? Politicagem, conselheiros da oposição, com cadeiras não vão ao estadio para assim, pensam eles, não colaborar com a administração atual. Volto a dizer o maior inimigo do Santos é o Conselho deliberativo, que é bairrista, aparelhado de encostados do Santos e nunca viram nada das outras gestões. # FicaPerez

Deixar um Comentário