Preparador físico de Jorge Sampaoli ganhou processo contra o Santos (Crédito: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/SantosFC)

O Santos perdeu, em primeira instância, um processo contra Marcos Fernández, preparador físico da comissão técnica de Jorge Sampaoli, que trabalhou no clube em 2019. O clube está condenado a pagar R$ 538.924,50 ao profissional. A informação foi publicada inicialmente por A Tribuna, confirmada pelo DIÁRIO DO PEIXE.

Fernández entrou com processo pelo não pagamento do FGTS de agosto até novembro de 2019. A indenização determinada pela justiça é equivalente a seis meses de salários, mais todos os custos do processo. O Santos ainda pode recorrer da decisão.

O juiz Carlos Ney Pereira Grugel, da 6ª Vara do Trabalho de Santos, determinou a multa considerando uma falta grave do empregador, já que foi comprovado que o Santos não pagou o FGTS no meses alegados.

Além de Marcos Fernández, o Peixe enfrenta processos semelhantes de outros profissionais da comissão técnica de Sampaoli. Jorge Desio, Carlos Desio e Pablo Fernández também acionaram o clube na justiça.

O briga judicial contra o treinador também terá capítulo importante nesse mês. O juiz já ouviu as partes e marcou uma nova audiência para o dia 22 de setembro.