Imparcialmente Santista2019-01-17T19:28:52-03:00

Imparcialmente Santista

Isabel Nascimento é criadora do canal de YouTube “Imparcialmente Santista”, no ar desde 2017, comunicadora e casperiana formada em 2016. E santista apaixonada desde sempre.

2909, 2019

Minhas férias longe do Santos

Nossa colunista Isabel Nascimento, a Imparcialmente santista, não vai mais sair de férias (Crédito: Arquivo pessoal) De volta para a realidade, eu me sinto no primeiro dia de aula escrevendo a famosa redação sobre como foram suas férias. Como de costume, eu peguei 30 dias no trabalho e tentei aproveitar o máximo para viajar e descansar. Durante o jogo contra o Athletico eu estava esperando meu voo no aeroporto. Eles com um time misto, o Santos vindo de uma vitória fora de casa, jogo feio, reclamações de cera, pênalti duvidoso e Uribe mais duvidoso ainda. Mas, pelo menos, aquele golzinho no fim da partida era como um respiro de alívio, Alison naquela época ainda acreditava no título, Marinho dizia que tínhamos o melhor futebol do Brasil, Maurine confiava na recuperação do time e sereinhas estavam invictas... bons tempos. Fui visitar o famoso Parque dos Príncipes – infelizmente fechado para tours – e a loja do PSG, naquele momento sem nem um mísero [...]

209, 2019

Acredita no título, Santos!

Santos está forte na briga pelo título brasileiro (Crédito: Ivan Storti/SantosFC) O Santos passou por um mês de muita turbulência, sofrimento desnecessário e abriu espaço para alguns bons questionamentos sobre o elenco e o trabalho de Jorge Sampaoli. Em agosto almejamos e alcançamos a ponta da tabela, disparamos na frente, tropeçamos e no último dia do mês recuperamos a confiança para seguir na luta pelo título. A importância de começar setembro ainda na briga pelo campeonato é crucial para o saldo do ano de 2019 terminar positivo. Ela (a briga) incentiva o torcedor a continuar fazendo sua parte de forma brilhante, lotando o estádio – dentro e fora de Santos - e motiva o jogador a acreditar na taça que não vem desde 2004, 15 anos atrás. Estamos em um ano no qual foram investidos mais de 70 milhões em jogadores, o dinheiro do Rodrygo praticamente já se foi e estamos com um déficit de 50 milhões no caixa, sem contar [...]

608, 2019

Precisamos falar sobre Cueva

Cueva ainda não decolou com a camisa do Santos (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) Dia 07 de agosto fará seis meses do anúncio da segunda contratação mais cara da história do Santos Futebol Clube: 26 milhões de reais por Cristian Cueva, o tal meia que esperamos ansiosamente em 2018. A maior quantia dentro dos mais de 70 milhões gastos nas 14 contratações da gestão Peres. Em meio à euforia de uma liderança merecida, boatos de outros times interessados em contar com o peruano começam a surgir. Alguns veriam isso com bons olhos e até respirariam com o sentimento de alívio, mas para mim é mais uma das vezes em que o Santos se engana e pode acabar escondendo o problema para baixo do tapete. Peres nega empréstimo em coletiva, exalta o jogador como patrimônio do clube e diz que só sairá com uma boa oferta. O meia foi um jogador que dividiu a opinião da torcida desde os primeiros boatos, o valor investido [...]

1607, 2019

Era Sereias

O futebol feminino vive o momento mais importante da sua história. Depois de uma transmissão memorável da Copa do Mundo Feminina - 59 milhões de pessoas assistiram à partida Brasil 1x2 França, sendo 35 milhões de brasileiros – os amantes de futebol estão começando a abrir um pouco o seu horizonte e dando a devida atenção a mulheres que suam, trabalham e honram suas camisas por puro amor. Sim, não tem outra razão para tanto esforço e sofrimento se não fosse a paixão delas pela bola. Além do prestígio, a repercussão está sendo importante porque ela chega em forma de questionamento, temos a seis vezes melhor do mundo, fomos campeãs de sete das nove Copa Libertadores disputadas (dois títulos santistas), duas vezes medalhas de prata nas Olimpíadas (2008 e 2004), vice campeãs da Copa do Mundo de 2007 e medalha de bronze em 1999, 3 ouros no pan-americano (2015, 2007 e 2003), ou seja, talento e força de vontade transbordam e por que será [...]

1206, 2019

Valeu, Rayo!

Rodrygo não joga mais pelo Peixe (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) A nossa última joia foi tão bem lapidada que seu brilho refletiu rapidamente em outros olhos e ela se tornou valiosa demais para guardarmos no nosso baú de tesouros. Rodrygo fez sua última participação em uma partida na Vila Belmiro – ainda que como espectador - e ela refletiu exatamente como foram seus anos de profissional com a camisa alvinegra praiana: altas expectativas e grandes decepções, bons elencos conduzidos de maneira desorganizada, o que leva o menino a Madrid apenas com memórias, sem medalhas. Desde 2017 no time profissional, Rodrygo assistiu a jogadores insatisfeitos e pedindo para ir embora do Templo Sagrado, viu o "caso Carlos Sánchez" e uma Libertadores jogada fora, envolveu-se em uma polêmica e foi punido severamente por isso, viu um Menino da Vila beijando um escudo rubro-negro, foi atingido pelas turbulências do impeachment e, mais recentemente, teve o tal Torneio de Toulon... Mesmo com todas as adversidades, ele [...]

706, 2019

O Santos tem de assumir os seus erros

O Santos foi eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético-MG (Crédito: Ivan Storti/Santos FC) Começo meu texto mais ou menos como terminei o último: “As desculpas já temos, faltam agora as razões para fazer diferente”. Não é só o nosso setor de comunicação digital que está cheio de criatividade, o Santos me surpreendeu também ao conseguir aparecer com ainda mais desculpas para o desempenho medíocre apresentado na eliminação contra o Galo: Rodrygo não foi liberado, a CBF “barrou” a mudança de mando, o Pacaembu ficou vazio, fez frio em São Paulo, entre várias outras. Precisamos parar de dar tanta importância às desculpas e tirar o peso da Vila Belmiro. A nossa história é muito grande para ser limitada a apenas uma cidade, temos de parar de justificar a derrota pelo que não foi feito - ou pelo que não fizeram por nós. Está na hora de enxergar os erros que apresentamos. É como se culpássemos a falta do atleta que não [...]