Imparcialmente Santista 2018-02-06T16:15:52+00:00

Imparcialmente Santista

Isabel Nascimento é criadora do canal de YouTube “Imparcialmente Santista”, no ar desde 2017, comunicadora e casperiana formada em 2016. E santista apaixonada desde sempre.

1209, 2018

Fora de campo ainda estamos no Z-4

Como é chato querer falar de Santos e as últimas notícias tratarem apenas do extracampo. Ainda se fosse alguma coisa de vestiário ou questões com o técnico... Mas o problema é mais embaixo, trata-se de pura politicagem. Eu, sinceramente, sou contra o impeachment do presidente e acredito que o assunto só ganhou toda essa força por causa do "caso Sánchez". Convenhamos que o Peres, de fato, foi omisso e amador, e seus dizeres durante o processo judicial foram de arrepiar os cabelos, mas ele não comanda o clube sozinho e foi o único a dar as caras no período. Parece uma briga de bairro, um querendo passar a perna no outro e o Santos Futebol Clube sendo tratado como a última opção. Se formos colocar no papel os últimos jogadores contratados, o Cuca, os jogos em São Paulo, os ingressos acessíveis e mais benefícios do Sócio Rei, eu vejo um lado positivo na sua gestão. Convenhamos que ele pegou um clube totalmente quebrado. Peres, [...]

309, 2018

Luz no fim do túnel, finalmente!

Ufa! Que semana longa a que passamos, as notícias ruins não paravam de surgir, houve um momento em que achei que chegaríamos a setembro sem classificação, sem diretor de futebol, sem técnico e sem batimentos cardíacos. Sair da Libertadores da maneira como ocorreu tem de servir para uma única coisa: aprendizado. A sensação de injustiça e de raiva que os torcedores experimentaram tem de valer de algo, e que seja uma lição para que desatenções e amadorismo nunca mais aconteçam dentro do Santos Futebol Clube. O jogo contra o Vasco foi de extrema importância, pois tínhamos dois caminhos a seguir: renascer ou afundar. O time mostrou que tem “técnica e disciplina” e que vai “dar o sangue com amor” porque acredita em seu potencial, acima de qualquer “gestão” que esteja sendo conduzida. Foi a melhor vitória do time fora de casa em 2018, merecemos o resultado e o conquistamos de cabeça erguida. Além disso, descobrimos que Robson Bambu está se desenvolvendo como um zagueiro [...]

2308, 2018

Eu me sinto enganada. É triste

Terça-feira foi um dia muito especial na minha vida, talvez um dos dias mais importantes da minha carreira. Bom, para quem não viu, em parceira com a Embaixada do Peixe o Diário do Peixe e o Quintal do Espeto realizaram um evento para os santistas assistirem juntos ao jogo da libertadores contra o Independiente, acompanhados de grandes craques alvinegros. Nomes como Dema, Manoel Maria e o grande Pepe. Eu vi de perto o brilho no olhar do Manoel Maria falando do Santos... Cativante. Até hoje, tantos anos depois, ele tem um carinho enorme pelo time, eu senti na pele o famoso “orgulho que nem todos podem ter”. Ele me contou que veio do Pará e que o que ele queria era vestir a blusa de um grande time do seu Estado, nunca imaginaria jogar no melhor time do mundo... Era como viver em um sonho. Ver o Dema falando sobre garra, sobre jogar com vontade e sobre como se portar em um jogo da [...]

1408, 2018

É hora de o Santos saber priorizar

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro está terminando. Foram 18 rodadas de pura esperança e empolgação iniciais anestesiadas por duras doses de desorganização, sufoco e pressão. Saímos dessa primeira etapa falando em números e estatísticas e isso é um legítimo sinal de desespero. Precisamos de 27 pontos para não cair, ou seja, nove vitórias nos próximos 20 jogos. Conseguimos quatro no primeiro semestre, sendo três em casa. Ganhamos apenas do Fluminense fora de casa no Brasileirão, uma vitória que mascarou um trabalho mal conduzido e mal executado, que garantiu a permanência equivocada do treinador no comando do time. Ou seja, três pontos com pouco mérito. O time atualmente tem dificuldade para ganhar, para fazer gols e muitas vezes até para chegar à área. Considerando a nossa realidade, três pontos longe da Vila Belmiro são quase utópicos, logo, nos próximos dez jogos em casa precisamos de forma emergencial ganhar nove. Para começar essa reação, temos o dever de sair dos confrontos contra Sport e Bahia [...]

808, 2018

Precisamos falar sobre David Braz

Falar sobre certos jogadores do Santos é sempre um “campo minado”. Suas atuações e importância para o time provocam opiniões fortes e ríspidas, há uma linha tênue entre as pessoas que concordam com você e as que vão te xingar. Esse é o risco que vou correr ao falar nosso ex-zagueiro David Braz. Eu o defendia no elenco por entender seu valor não só dentro das quatro linhas, como também no extracampo. Na vitória ou na derrota ele deu as caras, respondeu as perguntas e se expôs. Sempre sentiu a necessidade de manter uma comunicação honesta e direta com os santistas. Eu compreendo que jogador não se faz só pela simpatia e que muitas vezes seus erros nos foram extremamente prejudiciais. Concordo que ele não está na melhor fase e concordo mais ainda que ele poderia ir para o banco, mas isso não quer dizer que alguém que já foi inúmeras vezes nosso capitão mereça ser destratado. A saída de David teve uma repercussão [...]

2707, 2018

A busca por um novo treinador é um caos

Jair Ventura foi demitido após duas rodadas desde a parada para a Copa e, como eu havia dito, teria sido muito mais inteligente demiti-lo antes das férias, para que se contratasse um bom nome e ele tivesse um mês para conhecer o elenco, entender como as coisas funcionam na Vila Belmiro e colocar o seu trabalho em prática. Demitir depois de apenas duas partidas, nas quais o Santos não jogou surpreendentemente mal (jogou mal da mesma forma que estava jogando havia meses, ou seja, totalmente previsível)... Estava em campo a mesma formação com quatro atacantes, sem meio de campo e com a insistência com os mesmos nomes de sempre. Eu não sou contra o David Braz ou o Gabriel, só estou pontuando que ele manteve a aposta nas grandes críticas que eram feitas ao seu trabalho, como era esperado. O que me preocupa nessa jornada para achar um novo comandante é a desorganização interna do clube, é medonho. Não queremos estrangeiros, mas talvez Sampaoli? [...]